Estresse emocional

A maioria dos pacientes e pais de pacientes com dermatite atópica nota que situações estressantes podem causar uma piora da doença. Raiva, ansiedade e frustrações, podem levar ao aumento da vermelhidão e da coceira, resultando na perpetuação da dermatite atópica. As pessoas com dermatite atópica e os pais, devem aprender a reconhecer as situações de estresse.

Alguns métodos que podem reduzir o estresse podem ser feitos pelo próprio paciente e necessitam de pequena ou nenhuma orientação profissional, como por exemplo: priorizar e organizar o tempo, praticar exercício físico aeróbico, ouvir música, ler e até meditar.

Os pais devem aprender a controlar sua ansiedade, pois é muito comum a criança com dermatite atópica captar o nervosismo dos pais e começar a se coçar mais.

Outros métodos para o controle do estresse podem requerer assistência profissional, como por exemplo, uma consulta com um psicólogo, ou a participação em grupos de apoio para pessoas que sofrem de dermatite atópica.